<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Bota-lhe dinheiro p'ra cima, que isso passa...


O artista costa - o tal que nunca está quando devia estar, como aconteceu nos incêndios de verão (estava e deixou-se estar de férias numa praia espanhola), e que é o mesmo para o qual nunca nada é com ele mas com os outros, como no caso de tancos (cuja averiguação disse que era da competência da justiça e ele nunca se pronunciava em questões de justiça) - metido que estava até aos osso nesta questão dos dinheiros "p'rá coltura", mais uma vez tentou rapidamente "tirar o cavalo da chuva" e safar-se de responsabilidades, fazendo-se de novo (para o que "chamou" a s. bento o ministro e o secretário de estado da "coltura", como se do caso nada soubesse...), no que foi rapidamente desmentido (o secretário de estado disse claro, clarinho, que costa estava a par de tudo e conhecia todos os pormenores dos montantes de da forma de distribuição do "bodo aos "pobres" da coltura") levando com isso uma roda de grandessíssimo aldrabão (o que, pra todos os efeitos, não o incomoda nem nunca o incomodou...) que poderá valer ao secretario de estado (mau grado todos os elogios) um rápido ou conveniente despedimento (estamos para ver..) (estaline também fazia assim)...

O artista costa, porque precisa do silêncio e da cumplicidade dos tais "agentes culturais" - que não passam de uns subsídio-dependentes do Estado - tal como precisa do pcp e do bloco para manter a geringonça, fez agora com os tipos da cultura o que fez em 2015 com o bloco e o pcp: comprou-os e comprou o seu apoio com promessas de reversões e do fim da austeridade, ou seja de mais dinheiro. Ao que parece, contudo, uma grande tanga...

Agora, perante os protestos dos tais ditos "agentes culturais", anuncia por carta que vai aumentar o óbulo em mais 2,2 milhões de euros - esperando certamente, em troca, a sua mansidão e silêncio...

Este é, pois, o modo de governar que nos governa... Absolutamente indecorosos. O modo e os governantes. Mas é o que temos. E o que merecemos.
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

» Enviar um comentário