<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d8426979659145060575', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Toca a todos...!!!

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Manifestantes em fúria confrontam secretária de Estado da Educação

Toma lá ... dá cá...!!!

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Depois de ter oferecido porrada com fartura, agora a agremiação do taxímetro vem pedir em tribunal uma indemnização de seis milhões de euros...

Então seis milhões de euros são em quanto computam os lucros cessantes e perda de chance de toda uma (dita) classe profissional por causa da concorrência da uber...?!?!?! Barata feira ...
Parece que o negócio da dita agremiação é o taxi dinheiro...

Aqui está a razão pela qual a Uber é absolutamente indispensável...!!!


Florêncio Almeida presidente da antral (agremiação de taxistas) ainda não conhece o diploma que vai legalizar empresas como a Uber e a Cabify ... mas já tem a resposta pronta para dar ao Governo: "Porrada não vai faltar!".

É para não termos que nos confrontar com selvagens deste quilate que se torna necessário uma alternativa educada, polida e civilizada...

A ler...

domingo, 25 de setembro de 2016

Ao longo da sua curiosa carreira, o dr. Louçã contou sempre com uma plateia de bonequinhos amestrados que levam a sério os incontáveis disparates que regularmente profere. Se a criatura se alivia de uma mentira pequenina, os bonequinhos acreditam. Se a mentira é grande, os bonequinhos acreditam também. Há muito que a criatura percebeu não valer a pena enfeitar as absurdas intrujices que diz, um produto com procura suficiente para, no estado bruto, permitir-lhe ganhar a vida sem preocupações. À semelhança dos correligionários dele, o dr. Louçã é, literalmente, um mentiroso profissional, ofício para cúmulo favorecido pela reverência dos media, a indigência da universidade que o emprega e o enviesado primarismo do nosso "debate" público. E como mentiroso profissional é incansável: se o dr. Louçã dá os bons-dias, é garantido que está a chover.

Continuamos no bom caminho...

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

... em direcção ao abismo...!!!

O défice orçamental ficou em 2,8% do PIB no primeiro semestre do ano, revelou o INE, deixando o governo distante da meta europeia de 2,5% definida para 2016.

Todos têm o seu "Saint-Just" do "Terror"...

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Mariana começava a ganhar maior protagonismo no hemiciclo de São Bento, embora de algum modo sempre algo ofuscada pela presidente do Bloco, a grande actriz da política portuguesa que dá pelo nome de Catarina Martins. Digamos que houve entre ambas uma fase de empate, que, como todos os empates, alguma vez ou algum dia têm de ser desempatados.
Essa vez ou esse dia já chegou. Mariana começou a crescer, e, muito humanamente, o crescimento foi-lhe subindo à cabeça. Revelou-se, por fim, uma criatura com as mesmas fraquezas de outra qualquer: queria palco, queria espectáculo com muitos espectadores. Afinal, à sua volta, o bacoquismo nacional, propenso ao deslumbramento, já a promovera a génio nunca visto. Pois era preciso que a vissem, que a vissem bem, que vissem a superioridade com que pisava e ocupava o palco nacional; era preciso que se transformasse “no centro disto tudo” (Público, 21.9), numa verdadeira CDT, sem rivais. Mariana foi mudando, foi crescendo até se agigantar diante dos basbaques socialistas que acorreram a vê-la e a ouvi-la numa rentrée organizada pelo PS no passado Sábado em Coimbra.

Bucolismo ... e muita azia...!!!


Segundo o pcp uns partidos juntam "com o bico" e o BE espalha "com as patas"

Crenças...


Costa acredita em défice inferior a 2,5% 

Ícaro também acreditava que era capaz de voar alto e ... despenhou-se...!!!

Isto...


... de governar, fazer leis e lançar impostos está tornar-se uma tarefa mais ou menos, assim assim, mais coisa menos coisa... enfim... a olho...


Mariana Mortágua defende que é justo pedir a oito mil contribuintes “milionários” um contributo para aumentar as pensões mais baixas.
O imposto sobre o património de luxo irá afectar cerca de oito mil contribuintes se o limite mínimo para o cobrar for de um milhão de euros. 

Em resumo: andamos a ser tratados abaixo de cão por esta gente...

Mortais...!!! Só tendes duas alternativas...!!!


Mariana Mortágua esclarece em entrevista à TVI que só há 43 mil contribuintes com património acima dos 500 mil euros. Se nova taxa for aplicada a património acima de 1 milhão de euros, fasquia baixa para 8 mil cidadãos. Deputada do BE critica "aproveitamento" da direita sobre "o que não foi dito" para "criar um ambiente de medo"

A senhora que agora comanda o assalto ao as finanças do país, diz agora, para tranquilizar o povo ignaro e aclamar as hostes, que há um número fixo de pessoas com determinado património - e que portanto podem todos os demais ficar descansados que nunca serão vítimas de (um novo) "assalto mortágua".

Ora isto, na verdade, é mesmo muito tranquilizador. Por duas singelas razões.

A primeira é que ao dizer-se o que foi dito tal significa que nunca mais vai haver avaliação do património imobiliário, vulgo avaliação dos prédios para o IMI.
Face ao que diz a dita "senhora" só pode ser assim. É que se for de outro modo, continuando a realizar-se a avaliação/actualização do valor matricial dos imóveis, a tendência natural (pela pressão do fisco e a necessidade de mais receitas...) é sempre no sentido do aumento deste a cada avaliação/actualização. Pelo que quem hoje ainda se pode rir porque está aquém dos limiares do "assalto", daqui a uns tempos pode ser que chore porque passou a ser considerado milionário sem nunca se ter podido aperceber que o era...

A segunda razão, é a de que a ser verdade que o número de pessoas com determinado património é apenas o referido e apenas e só esse - portanto fixo - tal significa que bem se podem desenganar todos os outros que andam a labutar como uns galegos na esperança de um dia poderem amealhar um pecúlio. Isso agora acabou.
Com o bloco, os que são ricos vão ser taxados até deixarem de o ser.
E os que o não são, passarão a ouvir constantemente a frase do portal dos infernos da Divina Comédia: Abandonai toda a esperança, vós que aqui entrais. Jamais sereis ricos. Ser pobres e proletas é a vossa vocação. Quem vos diz isto é a mortágua dos assaltos do bloco e ela é que sabe...!!!  

Falta de senso......

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Mariana Mortágua: Prodígio académico e fenómeno político ... Prodígio...?!?!? Fenómeno... ?!?!? Mas onde e porquê...?!?!?!

Mais uma acabada tontice jornalística ...

A esperta ... e os burros ...




Por seu lado, sintomático e algo preocupante, é pensar que todo o mundo entende perfeitamente o que esta menina esta senhora esta fulana quis dizer e só ela, pelos vistos, não o perceber...

Um dito destes faz lembrar a história do automobilista suicida que circulava numa auto-estrada em contra-mão, e que de repente ouve na rádio:

- Atenção senhores automobilistas...!!! Atenção...!!! Circula na auto-estrada um veículo em contra-mão e a alta velocidade. Requer-se a máxima atenção pois este automobilista louco e inconsciente pode provocar um grave acidente.
Pensamento imediato da abécula suicida:
- Um automobilista...?!?!? ... Só um...?!?!? Eles são doidos...!!! Estão TODOS a circular em contra-mão e ninguém se apercebe...!!! .... Isto é um perigo...!!! Tenho que avisar as autoridades...!!!

Remédio santo...!!!

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

A catarina martins disse que “As mil famílias mais ricas em Portugal não pagam impostos”

Ora isso, com a mui prestimosa intervenção do bloco de esquerda vai acabar.
Vai deixar de haver em Portugal famílias ricas que não pagam impostos ... porque vai deixar de haver famílias ricas...

É importante saber...


...em que momento - em que valor - da acumulação é que a poupança passa a ser riqueza, ou ao inverso, a riqueza passa a ser considerada poupança...???

E isso vale para toda a gente...??? Ou só vale para alguns - os que são chamados (à laia de insulto) de "ricos"...???
E o povo...??? O povo também pode ter riqueza e ser rico ... ou só tem pobreza e é pobre...???
E a classe média é a classe só da poupança ou também pode ser rica...???

Ela lá sabe porquê......


"Aos que se têm entretido a distorcer as minhas palavras porque ter discussões sérias dá muito trabalho: taxar riqueza acumulada NÃO é taxar poupança".

É verdade. Ter discussões sérias dá muito trabalho. Por isso vamos brincar um bocadinho...

Se taxar riqueza acumulada não é taxar poupança, então parece óbvio que não se sabe para que serve a poupança nem como é que se acumula riqueza...!!!

Logo, não sendo a poupança a forma de origem e manutenção da riqueza resta então considerar como origem da riqueza os roubos e os assaltos...
Não se crê, contudo, que o roubo e o assalto sejam forma corrente de vida. Excepto para alguns...

Um argumentário demasidamente básico, alarve, ladro e cavernícula para poder governar um país...


"Ricardo Salgado - riqueza acumulada. Trabalhador de banco - poupança. Diferença? O segundo já paga muitos impostos e o primeiro não".

"Taxar riqueza acumulada é conseguir taxar riqueza que de outra forma tem fugido para aumentar pensões/RSI/CSI/abono aos mais pobres"

"Taxar riqueza acumulada é taxar riqueza que permite que o número de milionários aumente e com isso acabar com a sobretaxa do IRS da classe média".

Recordar é (sobre)viver...


A propósito de "Temos de perder vergonha de ir buscar a quem está a acumular dinheiro" e porque a genética nunca se engana, talvez convenha recordar quem é o papá da menina e a sua óbvia propensão para assaltos e ocupações...

Não há nada mais certo que o possível...


Carlos César admite que "É possível que as nossas previsões não se venham a confirmar"

E é assim que se governa um país...

E por falar em conferencistas da rentrée socialista...


José Sócrates recebeu 21 milhões do GES

É que ninguém estava à espera disso...!!!


...

Les beaux esprits...


... ou o reencontro da corja...

O ex-44 e ex -primeiro-ministro, volta a ser convidado de primeiro plano nos grandes momentos das estruturas do PS.
A primeira conferência da rentrée de Lisboa é de José Sócrates.

A ler...


Sempre se disse que as esquerdas têm um problema com o dinheiro. A começar pelo facto de não o terem. É natural. Tivessem dinheiro e talvez não fossem esquerdas. Com algumas excepções, as pessoas de esquerda não têm muito. Por isso, quando estão no governo, têm uma atitude ligeira com o dinheiro dos outros.

Não haja dúvidas que o "clima económico" está do mais saudável possível...!!!


Insolvências sobem ao ritmo de 20 por dia 
Houve 5002 empresas insolventes até agosto, mais 9% do que o ano passado. 
Criação de novas empresas cai 3,5%

Como se constata, devido ao empenho do governo da geringonça a economia desatou a crescer como nunca se tinha visto...
Por causa disso o governo virou-se agora para o saque das poupanças...

A ler...


O problema é que os portugueses que ainda não enlouqueceram são uma minoria de resistentes. E um problema maior é que, aos poucos, a resistência perde razão de ser: a cada semana, o ambiente em curso convida à resignação e ao abandono. De acordo com as sondagens, cinquenta e tal por cento dos cidadãos registam os sinais e acham que a coisa vai no bom caminho. No meio da desagregação geral, a opinião publicada aflige-se com a entrevista de um juiz (pretexto para exaltar o eng. Sócrates), as memórias de um antigo assessor (pretexto para criticar Cavaco) e os mexericos do arq. Saraiva (pretexto para demolir Passos Coelho). Portugal é uma casa em chamas onde os moradores só se preocupam com a fechadura que range. Não tarda, estamos a olear a porta reduzida a cinzas. E a culpar a "direita", a "Europa" e a Via Láctea pelos estragos. A Via Láctea não é nossa amiga.