<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Medidas "à la geringonça"....


Governo propõe corte de vagas em universidades e politécnicos de Porto e Lisboa e aumento de vagas em instituições localizadas em regiões do interior ou de menor pressão demográfica

Para além da idiotice que é combater a "desertificação do interior" com medidas como esta - que já provaram ter resultados nulos, porque as universidades do interior também foram criadas para desenvolver o interior e, desde então, ele só ficou pior e mais "desertificado"... - a consequência imediata desta medida é atirar para escolas sem qualificações e qualidade (e que não é por terem mais alunos que as vão passar a ter...) alunos que poderiam ter um futuro bem risonho se não lhes fosse negado o acesso a outras escolas.

Espectacular seria, sim, criar, no interior, universidade ou politécnicos de excelência que por si só e só por isso atraíssem mais e mais alunos, em vez de estes lhes serem impingidos à força por decreto dom poder, assim criando duas ilusões: uma, a de que o interior por ter mais estudantes não se desertifica, e outra, a de que com mais estudantes (e professores) o interior se vai desenvolver.
Puro engano e pura ilusão: acabado o curso os estudantes, de imediato, "darão à sola" para outras terras e para os designados "grandes centros" (que, por si só, são sempre atractivos) se não encontrarem por lá emprego e condições de vida adequadas (que o puro aumento de alunos decerto não criou...).
Para além disso não é com industria de aluguer de quartos que se desenvolve uma região...

(os socialistas geringoncianos, que são tão socialistas como os soarianos - que foram quem criou as universidades que agora, para subsistirem, obrigam a estas medidas artificiais de colocação de estudantes - não aprendem nada com os próprios erros. Está mais que visto que as universidades no interior não contribuíram nem impediram a desertificação desse interior. Mesmo assim, para combater agora essa desertificação a solução que arranjam é mandar mais alunos para lá... Dá ideia que aquilo que os socialistas sabem, aprenderam nessas universidades...)
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

» Enviar um comentário